O Futuro dos Apps Educacionais em Xeque?

O diferencial de praticamente todas as escolas é ter um aplicativo, ou seja, os apps já deixaram de ser uma novidade faz tempo. A questão não é se você oferece ou não um aplicativo, mas se o seu aplicativo tem os diferenciais que os outros não têm.

Se antes era difícil se manter perto do cliente, agora é quase impossível, especialmente para os gestores que ficam reclamando das mudanças constantes do mercado em vez de fazer alguma coisa para se atualizar. De acordo com a Forbes, os aplicativos educacionais estão em 3º lugar na lista dos apps mais desinstalados, ficando atrás apenas das categorias de Jogos e Redes Sociais.

Em 2023, já não é grande coisa apresentar um aplicativo como opção alternativa para os clientes. A gama de apps é tão vasta que há inúmeros outros que poderiam substituir facilmente o da sua instituição. O que você pode fazer para não ser desinstalado?

Fácil, rápido e relevante

De fato, na contemporaneidade as pessoas são intolerantes e buscam apenas por coisas que saciem suas necessidades e dores, que sejam as soluções que elas precisam.

Quanto menor for o processo para se obter uma resposta ou solução, melhor. As diversas Inteligências Artificiais que estão dando o que falar na mídia são exemplos de que quanto mais útil e rápido for seu aplicativo, mais desejado ele será. As pessoas não gostam de ter que passar por etapas desnecessárias, de ter que procurar por respostas em inúmeros sites e páginas.

Os apps com os conteúdos mais relevantes, que sejam mais intuitivos são os que menos sofrerão com a desinstalação.

Entregando Valor

As pessoas têm o feeling, sabe? Elas sentem quando a proposta parece um sonho inalcançável logo de cara, então não prometa muito já na primeira abordagem.

Em vez disso, invista em um primeiro contato positivo e que gere identificação, a persona precisa sentir que a chance de não sofrer mais com aquela dor está logo ali, no botão “baixar”, e que está investindo em algo que trará, de fato, o retorno que ela espera.

Pense bem: ele dá um espaço na memória de seu celular e, se não sentir que está obtendo resultados, que se beneficiará dessa relação de alguma forma, até o final do dia é provável que você já tenha sido desinstalado. E como você evita isso? A resposta pode parecer óbvia, mas é a mais precisa: entregando valor.

Seu aplicativo precisa ser 3 coisas: inesquecível, necessário e intuitivo. Combine entre esses adjetivos na hora de fazer seu aplicativo e o sucesso é garantido!

Se você ainda está sofrendo com a desinstalação, comece a usar a análise de dados para te ajudar na mensuração da taxa de desinstalação. Essa é a forma mais garantida de saber para onde seu app está se encaminhando: para a remoção ou para o compartilhamento.

Pensando em como muitas instituições pecam na hora de fazer um app justamente por não conhecerem as boas práticas e não saberem o que deve ser evitado, preparamos um guia gratuito de como não fazer um aplicativo educacional que você acessar clicando abaixo:

Ainda é possível se manter na memória do cliente, você só precisa garantir que ele tenha mais motivos para manter seu app do que para removê-lo. E se você sabe que sua instituição pode superar as metas de matrícula com o Marketing Digital, fale com um dos nossos especialistas clicando no botão abaixo:

Publicações Recomendadas

Planejamento Estratégico na Gestão de Ensino 

Na matéria de hoje, vamos falar sobre a linha tênue que separa uma instituição educacional excelente de uma mediana: o planejamento estratégico. Clique e aproveite o conteúdo!

Combatendo a evasão escolar de forma estratégica

A evasão escolar é um dos principais problemas da educação brasileira – e um dos menos abordados pelo setor educacional. Na matéria de hoje, vamos te ensinar a mapear a evasão e combatê-la com ações estratégicas!

plugins premium WordPress

E-BOOK GRATUITO

COMO NÃO FAZER UM APP EDUCACIONAL

Abaixo, insira seus dados para liberar o acesso ao e-book:

Ao enviar o formulário, você concorda em fornecer seus dados para receber conteúdos e ofertas por e-mail ou outros meios.